Nossos frutos

Conheça nossa produção e saiba mais sobre nossos diálogos inspiradores e conversas entre círculos.

Equidade de gênero nos espaços de governança climática

A mudança climática atinge as populações de forma diferente, a depender de vários fatores: raça, gênero, classe social, idade, localização geográfica, etnia etc. Este relatório se propõe a analisar a equidade de gênero nos espaços de governança climática a nível federal.

ler mais

Onde está o gênero nas políticas climáticas?

Após produzir uma nota técnica analisando a presença de gênero em políticas e programas climáticos federais, as integrantes do GT Lígia Galbiati, Severiá Idioriê e Michelle Ferreti trouxeram apontamentos do que isso significa e para onde podemos ir.

ler mais

Quais são as formas de lutar por justiça climática?

Ana Rosa Calado, Deroní Mendes e Ana Carolina Barbosa nos contam quais são as formas, soluções e ferramentas de lutar por justiça climática – no feminino e no plural. Frentes de trabalho incluem a luta contra todas as desigualdades, a valorização dos saberes cotidianos e o uso de instrumentos jurídicos

ler mais

Justiça Climática: conceito, luta e prática

A centralidade da justiça na pauta climática perpassa pela lente do gênero, da raça e das desigualdades sociais. Diante disso, percebemos o quanto a temática de clima é indissociável das interseccionalidades que estruturam a nossa sociedade hoje.

ler mais

Existe Clima para Gênero nas Eleições?

Este documento é um relato do Grupo de Trabalho de Gênero e Clima, do Observatório do Clima, para compartilhar nossas experiências durante o segundo semestre de 2020 sobre as relações entre Mudanças Climáticas e Gênero no âmbito das eleições e gestões municipais.

ler mais

Como as soluções baseadas na natureza podem integrar um novo pacto social e econômico

Uma retomada econômica sem considerar os limites da natureza e o uso sustentável dos recursos naturais, certamente agravará as crises. A retomada verde será ao mesmo tempo a solução para nossa economia e para o enfrentamento da crise climática. Entretanto, para que as soluções sejam de fato efetivas, a retomada não deve somente ser verde, mas também inclusiva.

ler mais

Por que somente o investimento econômico em “setores verdes” não basta?

A retomada econômica pós-pandemia causada pela COVID-19 precisa ser verde, inclusiva, sustentável, resiliente e centrada no ser humano. Para isso é necessário que, se for estabelecido um “New Green Deal”, que ele tenha como elementos estruturantes a promoção de condições de trabalho decente com equidade de gênero e de raça.

ler mais

Falar de clima sob a perspectiva de gênero é saber que as desigualdades sociais e a mudança climática são construções humanas que se interconectam e perceber que é nossa responsabilidade reverter esse cenário

Nossos Encontros

A nossa comunidade de prática em gênero e clima promove encontros virtuais para aprofundar o debate sob as perspectivas de gênero e clima. As Costuras entre Círculos acontecem entre os círculos operativos da comunidade. Já os Diálogos Inspiradores são encontros abertos para o público em geral que tenha interesse em acompanhar as discussões sobre as temáticas.